#COMPEXATHLETES

MARC HERREMANS

“Nunca desistirei!”
A história de Marc Herremans parece um romance. Tem altos e baixos e uma considerável quantidade de drama. Mas foi a convicção do vencedor do Ironman num final feliz que a tornou realmente extraordinária.

No início da sua carreira no triatlo, Marc Herremans estava obcecado com tornar-se no atleta mais completo do mundo. Os seus resultados no Triatlo do Ironman do Havai em 2001 demonstraram que era possível tornar o seu sonho uma realidade. Acabou a corrida mais dura do mundo em sexto lugar. No dia 28 de janeiro do ano seguinte, ocorreu o desastre. Teve um acidente durante um treino de bicicleta na ilha de Lançarote e sofreu lesões nas vértebras D5 e D6, ficando paralisado do peito para baixo.
Mas, em vez de desistir, Marc Herremans começou a sua segunda vida a partir da cama do hospital. Seis meses depois do acidente estava de volta à partida do triatlo do Ironman, desta vez numa cadeira de rodas. Era óbvio que o seu regresso era algo precipitado depois do acidente, mas ele continuou. Em 2004 acabou o Ironman na terceira posição, em 2005 na segunda, e em 2006 ganhou o evento.

“Ainda tenho muitíssimos objetivos,” declara o vencedor do Ironman, “mas o maior de todos é voltar a andar. Tenho uma fundação com esse nome e acredito firmemente que um dia será possível que volte a andar. Esse é um dos motivos pelos quais mantenho o meu corpo na melhor forma possível. O outro é que estar numa cadeira de rodas não significa que tenha de negligenciar o meu corpo. Antes pelo contrário.”
“O Compex é crucial para uma série de aspetos do meu treino. Só posso trabalhar os músculos do peito para cima. Mas mantenho os abdominais, as costas e as pernas fortes. Utilizo o Compex várias vezes por dia. Para evitar a atrofia, para manter a circulação em partes do corpo que já não consigo utilizar, mas também para otimizar o treino da parte superior do corpo. Para mim, o Compex é magia pura.”

“Depois de trabalhar durante vários anos com o MiSport, comecei a utilizar o Compex Wireless. Para mim, facilita imenso o treino. Já não há cabos a atrapalhar quando ando na minha handbike, posso levá-lo para onde quiser. O Compex sempre foi uma parte vital do meu treino e da minha vida. Sinto que com o aparelho sem fios, o Compex levou a estimulação muscular eletrónica para um nível completamente novo.”

Image Gallery

Training Video